sábado, 27 de dezembro de 2014

Leitura Mágica 2015 – A Lista!

  

   Para fazer a minha lista do Projeto Leitura Mágica 2015 adotei alguns critérios, do mesmo modo que Nina, a protagonista do livro O Ano da Leitura Mágica.

Primeiro: Só coloquei na lista livros que não li ainda. Como não tem nenhuma meta de releitura, esse ano só livros novos.

Segundo: Quando for pertinente farei uma página extra de introdução, explicando o gênero do livro.

Terceiro: Escolhi mais de um título para cada tema, por via das dúvidas. Posso querer trocar de livro. No meu álbum vão ficar os livros que gostei. Os que não gostei registro em outro lugar.

Quarto: Estou fazendo esse projeto para me divertir com duas atividades que adoro: a leitura e o scrapbooking. Portanto, Xô Aperreio!

Agora a minha lista, que de pequena não tem nada.

1 – Livro que ganhou do amigo secreto – chegou a caixinha mais inda desse mundo!
Cheia de livros e mimos. E, para não aumentar a lista, escolhi ler um que já está aqui, só em outro lugar.
Gillian Flynn – Garota Exemplar

2 – New Adult – separei os seguintes, na ordem em que pretendo fazer a leitura (que pode mudar, se a escolha se mostrar equivocada):

Jamie McGuire – Belo Desastre e Desastre Iminente
Bianca Briones – As Batidas Perdidas do Coracao -
Cora Carmack – Perdendo-me, Fingindo, Encontrando-me
Abbi Glines – Paixão sem Limites, Tentação sem Limites, Amor sem Limites

3 – Clássico da literatura brasileira – Aqui foi uma grande procura por livros não lidos. Selecionei clássicos antigos e contemporâneos, afinal clássico não precisa ser velho.

Hilda Hilst – A Obscena Senhora D
Ariano Suassuna – Romance d’A Pedra do Reino
Clarice Lispector – A Paixão Segundo G. H. e Laços de Família
João Ubaldo Ribeiro – Viva o Povo Brasileiro
Stanislaw Ponte Preta – Febeapa
Bernardo Guimarães – A Escrava Isaura e A Orgia dos Duendes

4 – Fantasia – Lista enorme e ainda assim não tem todos que quero ler... Vou começar pela trilogia da Névoa, que vi numa recomendação da Leila Cardoso. E ainda tem livros que “azamigas” indicaram, viu Adliz Jamile?

Carlos Ruiz Zafon – Trilogia da Névoa – O Príncipe da Névoa, O Palácio da Meia Noite, As Luzes de Setembro
Trudy Canavan – A Trilogia do Mago Negro – O Clã dos Magos, A aprendiz, O Lorde Supremo
J. R. R. Tolkien – O Hobbit
Cornelia Funke – Coração de tinta, Sangue de Tinta, Morte de Tinta
Nora Roberts – Trilogia das Chaves – A chave da Luz, A Chave do Saber e A Chave da Coragem
Erin Morgenstern – O Circo da Noite

5 – Sick-Lit – Como não sou muito fã do tema, lista menorzinha.

Oliver Sacks – O Homem que Confundiu sua Mulher com um Chapéu
Stephen Chbosky – As Vantagens de Ser Invisível
R. J. Palacio – Extraordinario
Jay Asher – Os 13 porquês
Lisa Genova – Para Sempre Alice
Carol Rifka Brunt – Diga aos Lobos que estou em Casa

6 – Distopia – Outra lista quilométrica e que nem chegou perto da quantidade de livros que tenho na minha lista geral para ler:

Kiera Cass – A Seleção, A Elite, A Escolha, O Príncipe, O Guarda, A Rainha
James Dashner – Maze Runner – Correr ou Morrer, Prova de Fogo, A Cura Mortal, Ordem de Extermínio, Arquivos – Informações Secretas
Scott Westerfeld – Série Feios, Perfeitos, Especiais, Extras
Tahereh Mafi – Estilhaça-me, Incendeia-me, Liberta-me

7- -Romance de Época – Difícil achar um autor brasileiro que tenha escrito romance que não seja histórico.

Jane Austen – Orgulho e Preconceito
Charlotte Brontë – Jane Eyre
Joaquim Manuel de Macedo – A Moreninha

8 – Ficção Científica – Tem até livro de dieta nesse tema!
Andy Weir – Perdido em Marte
Isaac Asimov, George R. R, Martin, Martin H. Greenberg - Coma e Emagreça Com Ficção Científica
H. G. Wells – A Máquina do tempo
Ray Bradbury – A Cidade Perdida De Marte
Anthony Burgess – Laranja Mecânica
Pilip K. Dick – O Caçador de Androides

9 – Autor com nome com a mesma letra que o seu – Como não entrou o gênero terror, vou aproveitar aqui! Stephen King, o “rei” das histórias de terror nesse mundo todo! (Tá bom, o trocadilho com King = rei foi infame.) Para relaxar depois de tanto terror, pode rolar um pouco de Sylvain Reynard e Sidney Sheldon (S duplo!)
Stephen King – A Coisa, A Dança da Morte
Sylvain Reynard – O Inferno de Gabriel, O julgamento de Gabriel, A redenção de Gabriel
Sidney Sheldon – A Outra Face

10 – Livro com mais de 400 páginas – Acho que na lista já tem vários, então vou acrescentar mais alguns...
Sidney Sheldon – Se Houver Amanhã
Sophie Kinsella – Fiquei com seu Número
Danny Wallace – Charlotte Street

11 – Lad Lit – O Chick Lit dos meninos. Alta Fidelidade, de Nick Hornby
Chuck Palahniuk – Clube da Luta
Nick Hornby – Alta Fidelidade
Peter Heller – Na Companhia das Estrelas
Lucca Bianchini – Sigo você toda noite

12 – Romance Policial – Minha praia total. Mas quero autores diferentes dessa vez e nada de reler os favoritos. A lista tenta equilibrar literatura nacional com literatura estrangeira.
Tony Bellotto – Bellini e a Esfinge, Bellini e os Espíritos, Bellini e o demônio
Harlan Coben – Seis Anos Depois, Cilada, Não Conte a Ninguém
Lisa Gardner – Viva para Contar

13 – Clássico da literatura mundial – Tive que pensar bem nessa categoria, pois minha vontade de ler os clássicos nem sempre está presente. Assim escolhi clássicos “leves” para a meta.
Virginia Wolf – Mrs. Dalloway
José Luis Borges – Ficções
Vladmir Nabokov – Lolita

14 – Romance de banca – comprado na banca do shopping, dois por R$10... vai saber se presta...
Maggie Cox - Esposa Perdida
Lindsay Armstrong e Elisabeth Power - Labirinto do Coração (isso é o que está na capa, dentro tem um "livro" de cada autora, com os títulos Perdão com Diamantes e Na Cova do Leão)

15 – Mom Lit – O Chick Lit teve filhotes, gerando o Mom Lit...
Jennifer Weiner – Pequenos Terremotos
Carmen Reid – Uma Cama para Três
Marian Keyes – Melancia
Joyce Maynard – Fim de verão
Jill Kargman – Mães em Guerra

16 – Chick Lit – Livros de meninas.
Victória Van Tiem – Um Amor de Cinema
Carina Rissi – Procura-se um marido
Clara de Assis – Aluga-se um Noivo
Sophie Kinsella – O Segredo de Emma Corrigan

17 – Autor Brasileiro – Difícil foi escolher um que não tivesse lido e que fosse novo. Sinal da minha idade avançada.
Rubem Alves – Do Universo à Jabuticaba
Rubem Fonseca – A Confraria dos Espadas
Martha Medeiros – Doidas e Santas
Nelson Rodrigues – Toda Nudez Será Castigada

18 – Livro que virou filme – Meta difícil. Geralmente leio os livros antes do filme. Geralmente não gosto dos filmes. .
Jose Eduardo Agualusa – O Vendedor de Passados
José Saramago – Ensaio Sobre a Cegueira
Stephen King – O Apanhador de Sonhos
Philip K. Dick – Minority Report
David Nicholls – Um Dia

19 – Comédia – Fácil de escolher para essa meta.
Luis Fernando Veríssimo – As mentiras Que Os Homens Contam
Karyn Bosnak – Qual Seu Número
Luis Fernando Veríssimo – Todas As Histórias Do Analista De Bagé
Vanessa Bosso – O Homem Perfeito

20 – Um livro de capa feia – Tipo: não julgue um livro pela capa. Mas quem sou eu para julgar? Então vão escolhas minhas e uma indicação.
Jostein Gaarder – A Biblioteca Mágica de Bibbi Bokken
Vanessa da Mata – A Filha das Flores
James Patterson – Bruxos e Bruxas – Bruxos e Bruxas, O Dom, O Fogo, O Beijo
Juan Villoro – O Livro Selvagem

21 – Wedding Lit – isso é o que geralmente acontece com o Chick-Lit antes de virar Mom-Lit.
Jennifer E. Smith – A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista
Nora Roberts – Quarteto de Noivas – Album de casamento, Mar de Rosas, Bem Casados, Felizes para Sempre
Carina Rissi – Procura-se um Marido

22 – Suspense Romântico – depois da série Mortal... tá difícil.
Sandra Brown – Uma Cliente Inesperada, Calafrio
Lisa Jackson – Calafrios
Nora Roberts – Mistérios, Pecados Sagrados

23 – Um livro Ilustrado – Uma injustiça sendo corrigida ou o início da geração “quer que desenhe?” Avaliem minhas escolhas e respondam!
Luis Fernando Verissimo – As Cobras
Pedro Gabriel – Eu me chamo Antônio
Clarice Freire – Pó de Lua
Michael Ende – Manu, a menina que sabia ouvir

24 – Um livro para ler em um dia – cerca de 200 páginas, talvez um pouco mais e eu consigo ler um livro em um dia. Adotando esse critério, selecionei esses:
E. Lockhart – Mentirosos
Neil Gaiman – O Oceano no Fim do Caminho
Gayle Forman – Se Eu Ficar
Garth Callaghan – 826 Notas de Amor para Emma


   
A lista em ao todo 138 livros. Considerando que um ano tem 365 dias, teria que ler cerca de um livro a cada três dias para dar conta. Por enquanto, ler um livro por semana já está bem. É que juntei o Projeto Leitura Mágica com o Projeto 52 em 52 criado pela Mariana Burmeister. A proposta é ler um livro por semana durante 2015. Serão 52 livros no total, incluídos os do Leitura Mágica. Vamos ver como fica no final.
É isso por enquanto. Dou notícias do meu fichário em breve.


 

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Smash Literário de Dezembro!

   Foi um ano difícil. Mas também foi um ano de coisas boas. Uma delas foi o Projeto Smash Literário, que juntou a leitura com o scrapbooking na produção de um álbum sobre os livros que lemos em 2014. A última meta de leitura foi um Chick Lit com uma mulher independente.
   Minhas escolhas não podiam ser melhores. Primeiro por ser uma autora nacional, que eu sempre penso em valorizar. Segundo pela qualidade dos livros, que valem a pena ser lidos. Assim, li Perdida e sua continuação, Encontrada, de Carina Rissi. Adorei. Recomendo a leitura.
   
   Quando vi esse manequim no kit digital Antique de Vika Matos, achei perfeito para ilustrar uma situação do livro! A gaiola é do mesmo kit. E assim as leituras oficiais de dezembro se encerram aqui, com todas as metas propostas cumpridas. 
   E já temos projeto para 2015! Daqui a pouco eu posto aqui as novas metas de leitura!

Imagem de Luciana Oliveira tratada por Adliz Jamile

Imagem da Mariana Burmeister
  
 É muito livro para ler Braseeeeellll! E vamos para mais um ano de leituras, amizade e scrapbooking, que a vida está difícil e a gente precisa de veneno antimonotonia!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Leituras de Novembro

   Novembro foi um mês de muitas leituras. Como meta para o Smash Literário, tive que escolher um livro de narrativa masculina. Fui fazer algumas pesquisas pois, apesar de ter vários autores favoritos, queria algo novo. Assim descobri O Projeto Rosie. Adorei o livro. Leitura leve, sem muitas reviravoltas, mas de uma doçura e delicadeza tão grandes que me comoveram. Sem maiores revelações e já recomendando o livro, eis a página do smash:


   Não é mais possível tirar uma foto certinha do meu smash... olha só a situação do pobre coitado:

Não fecha mais nem com o elástico próprio, sem falar dos pequenos papéis saindo pelas bordas...
   Além do livro "oficial", li mais quatro livros em busca de um que tivesse playlist: Leo e A Chance de Leo de Mia Sheridan, e ainda Real e Mine de Katy Evans. Não gostei realmente de nenhum. Cansei um pouco desses livros que copiam 50 Tons de Cinza, ou seja, uma mocinha inocente, de preferência virgem, que se apaixona por um cara problemático. Começou a me parecer que as histórias são apenas desculpas para as passagens picantes dos livros, que nem filme pornográfico, sabem? Ou não? Hehehehehe.
   A playlist de Real é muito boa mesmo. Valeu porque baixei as músicas e me diverti ouvindo.
   Bom, ainda encontrei tempo para ler mais três da série Mortal, estou agora no número 14. E iniciei a leitura da trilogia Millenium, com Os Homens que não Amavam as Mulheres. Ainda não acabei, mas estou adorando.
   Ah! Esqueci de falar que já cumpri a próxima meta, mas isso é para a próxima publicação. Beijão pessoal!

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Smash Literário de Outubro!

   Ainda tentando colocar as coisas em dia. Em outubro as metas para leitura foram: um livro que marcou minha adolescência e um livro que me fez chorar. Gente, foi um dos meses mais divertidos do projeto. O esforço coletivo para chorar com um livro deu muito que falar lá na página do facebook.
   Mas, "first things first"! Na minha adolescência, ,lá pelos 16, eu já tinha lido quase todos de Agatha, Conan Doyle, todos os Drummond que consegui colocar a mão, Christiane F. (escondido de meus pais, o livro e o filme), Dostoiévski, George Orwell, Garcia Marques, sem falar dos nacionais, Machado de Assis, José de Alencar, Aluísio de Azevedo, etc. etc. etc. Aí peguei Entrevista com o Vampiro e dei início a um vício. Gente, depois do original Drácula (Bram Stocker) esse é O livro sobre vampiros. Vampiros são assim, maus, desesperados, com crise de consciência, assassinos por natureza, predadores.

   Anne Rice, essa senhorinha sorridente com cara de inofensiva, conseguiu criar os vampiros mais legais desde Drácula. Eu não poderia deixar de colocar uma foto do filme... afinal, Brad Pitt e Tom Cruise juntos na mesma cena, vamos combinar... Ah! Só para constar: eu li a série Crepúsculo sim. se quiserem um grande livro sobre vampiros leiam Os Sete, de André Vianco. Pura vampiragem brasileira de altíssima qualidade!
   Agora o livro que me fez chorar. Sabe quantos livros tive que ler para cumprir essa meta? Estava numa fase totalmente seca! Li O Melhor de Mim, de Nicholas Sparks e resolvi que talvez não compre outro livro dele. Li Como Eu Era Antes de Você, de Jojo Moyes... muito bom, mas cadê lágrimas? Li O Diário de Suzana para Nicholas, de James Patterson, lindo demais, mas mantive os olhos secos, acho que foi porque não gostei muito do final. Então cheguei a Dançando Sobre Cacos de Vidro de Ka Hancock e a represa transbordou. Chorei tanto que soluçava. Lindo, triste, muito bom.
   Fico imaginando o que eu faria se estivesse no lugar do personagem. Pois uma das coisas que me abala muito é pensar em não ver meu filho crescer.
   Hoje fico por aqui amigos. No final do mês volto com a meta de leitura de novembro, ou, a qualquer momento, com novidades. Beijo grande.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Setembro em Novembro... Smash Literário!

   Gente, dessa vez eu realmente me atrasei demais. Essa postagem deveria ter sido feita em setembro, mas... cadê o tempo? Na verdade, as leituras até que estão em dia, pois perco o sono mas não perco o capítulo! Tá bom, a piada foi infame. Vamos mostrar as páginas com os livros de setembro que é melhor.
   A primeira meta de setembro foi ler um livro ainda não lido de meu autor favorito. "Comassim"? Autor favorito? A parte mais difícil foi escolher qual dos favoritos era mais favorito! A segunda parte ainda mais difícil? Se um autor é favorito, como ter um livro que eu ainda não li? Sim, sou compulsiva.
   Então me deparei com o lançamento de um box da Companhia das Letras, feito em 2012, relançando livros de Carlos Drummond de Andrade mais antigos, da década de 50. Não pessoal, eu sou velha, mas a a década de 50 é mais velha ainda.
   Resolvido o(s) problema(s).  Esses livros foram lançados muito antes de eu começar a ler Drummond, na década de 70, e não tinha lido ainda Claro Enigma e Fala Amendoeira. Aproveitei e reli A rosa do Povo e Contos de Aprendiz. Escolhi Fala Amendoeira para fazer a página, pois nesse livro, até a prosa de Drummond tem ritmo de poesia. Deixei a frase original da página do smash, pois achei que o próprio Drummond aprovaria.



   A segunda meta foi ainda mais difícil. Voltar a um livro que abandonei. Sendo compulsiva, não é comum que eu abandone um livro. E certamente várias pessoas vão achar que eu não tenho juízo por ter abandonado A Menina que Roubava Livros. Sim, abandonei a leitura desse no segundo capítulo. Porque? Achei a narrativa lenta, pesada e pra falar a verdade, estava numa fase de pensamentos rápidos e leves, que não combinavam nada com o livro. Me julguem, se quiserem.
   Voltei ao livro como uma missão. Terminei. Gostei somente. Não chorei, embora tenha considerado o livro triste. Gostei da relação da morte (muito gentil e delicada) com as cores. Gostei da menina. Pintei as páginas do smash por causa de Max (não, não vou dizer quem é, leiam o livro). A página ficou assim:

   Escolhi a última frase do livro, dita pela narradora: "Os seres humanos me assombram." E acrescentaria: para o bem e para o mal.
   Beijos meus amigos! Que a felicidade que encontro nos meus livros possa ser compartilhada com vocês! Volto em breve.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Smash Literário de Agosto!

   Finalmente consegui um tempinho para postar aqui as leituras para o Smash Literário de agosto! Eu já estava aflita, pois setembro já vai pelo meio e nada de saírem as páginas! Senta que lá vem história!
  Para agosto as metas eram: Livro Policial (piece of cake) e  Livro de autor não inglês - estrangeiro que escreva em língua diferente de inglês, e que não seja brasileiro (not bad).
   Para livro policial, as meninas lá do grupo me apresentaram a uma autora que eu nunca havia lido, a Nora Roberts. Ela tem uma série de livros, com o pseudônimo J. D. Robb. A personagem principal é uma policial que adora café (aham...), tem um passado e se apaixona por um milionário maravilhoso. As histórias são muito bem construídas. Só acertei no assassino uma vez e mesmo assim, já tinha lido cinco livros da série. Obrigada pela nova leitura meninas! Podem ter certeza que fiquei fã!
   A página do Smash ficou assim:

   
   Nas abinhas estão os cinco livros que já li da série, mas já tenho onze. Sei que já existem 24 publicados, mas não tenho dados completos das publicações no Brasil.
   Para livro de autor estrangeiro, escolhi Gabriel Garcia Marquez, com seu famoso Cem Anos de Solidão. Não é um livro inédito para mim, pois li na minha adolescência (não, não foi para um projeto de escola, foi por vontade própria mesmo). Na época me lembro que fiquei muito impressionada com a história de Aureliano Buendia. Continuei impressionada, 30 anos depois. O realismo fantástico do livro é quase comparável ao surrealismo de Salvador Dali. meu exemplar tem ilustrações de Caribé para completar. Arte em forma de livro e livro em forma de arte. Para quem sabe ler nas entrelinhas, ainda tem toda uma história Sul Americana de ditaduras e domínios feudais e de como sociedades ideais não resistem ao progresso. A página:

   
   Ah! Gabo não é maniqueísta. Não tem um herói. Não tem um vilão. Tem gente que sangra, erra, ama, odeia, é gordo, é magro, é lindo, é feio, ou seja, gente normal que não aparece nos comerciais.

domingo, 3 de agosto de 2014

Smash Literário de Julho!

   Eu sei, eu sei... estou atrasada na postagem... mas só do infanto juvenil foram seis livros esse mês!
   Vamos organizar: as metas para julho eram um livro infanto juvenil e um livro histórico. Para o tema infanto juvenil escolhi a série Os Instrumentos Mortais, de Cassandra Clare. E, claro, li os seis livros. Não sei se gostei. A narrativa dela é bem razoável, mas tem horas que parece que está esticando o assunto só para aumentar o número de livros da série, sabe como é? Aí fica chato. Acho que esse hábito tem se tornado comum ultimamente, com essa moda das trilogias, tetralogias, etc. Me parece mais um artifício comercial para vender mais livros. Quando o autor segura a série, como é o caso de Rick Riordan e do Joseph Delaney (As Aventuras do Caça Feitiço), tudo bem, mas no caso dos Instrumentos Mortais, desculpem, mas não funcionou bem, na minha opinião. Eis a página do Smash:

  Em compensação, o livro histórico foi uma agradável surpresa. Escolhi Histórias Íntimas, de Mary del Priori. O livro fala sobre a sexualidade na época do Brasil Colônia. Muito legal! Por ser escrito sob uma ótica feminina, os homens podem pensar que não vão gostar, mas não é verdade. É um livro para todos os sexos. Todos mesmo. Mas o que mais gostei, além da aquisição de conhecimento propriamente dito, é que podemos ver que a degradação da família, a corrupção, as traições, sempre existiram. Não adianta acusar ninguém, nem dizer que é sinal dos tempos, da ira divina ou do que quiserem. É da natureza humana e pronto. A diferença está na evolução dos meios de comunicação. Ou seja, hoje está tudo no facebook. Portanto, não adianta atribuir a culpa a terceiros. Quem tem caráter vai ter sempre, independente do século. Quem não tem... A página ficou assim:
   E assim, mais uma meta cumprida. Que venha agosto, com suas metas: Livro policial (acho que vou me entregar a Nora Roberts, finalmente. Mais uma tonelada de livros vindo por aí...) e um livro de autor não inglês, que escreva em língua diferente do inglês e não vale brasileiro, é claro! Acho que vou ler Nietzsche, ou Schopenhauer...

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Desafios, Desafios!

   Adoro desafios, pelo desafio! Tanto é que participo e as vezes nem confiro o resultado. Quando o desafio envolve um sketch, eu preciso gostar para fazer. E esse sketch da Camila Borssoi, no blog Scrap entre Amigas está lindo! Gostei tanto que fiz igualzinho.

   Depois mostro mais da produção das noites de insônia! Beijos para todos!

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Para o Dia dos Pais

    O Dia dos Pais está chegando e eu aqui trabalhando para dar um presente diferente a um pai que tem tudo. Aí juntei minhas aventuras em cartonagem com esse kit lindo da Lu Ifanger, encontrado na Boutique do Scrap


Com o kit DAD fiz um risque e rabisque para o pai professor e churrasqueiro:
    
Uma página para mostrar o paizão grandão e fortão:

   E os cartões para o pai e os avós, pois meu pequeno adora escrever cartões!



   E para quem gosta de achar tudo prontinho, ainda tem um álbum para imprimir. É só colocar as fotos, imprimir e encadernar. Mais legal do que isso impossível, não é?
   Ainda tenho mais coisinhas para mostrar, mas fica para depois porque as tarefas domésticas me esperam!
   Beijinhos a todos!

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Smash Literário de Junho

   Junho foi quente! com os temas "Livro Erótico" e "Livro que virou filme", devorei diversos livros. Mas só fiz páginas para dois. Explico: não quis colocar 50 Tons de Cinza pois considerei leitura antiga e nem passei perto de registrar os livros que li que viraram filme. Aqui mesmo, no Smash Literário já tinha colocado vários.
   Então, para a categoria Erótico, escolhi a trilogia Peça-me o que Quiser. Afff! Cinquenta Tons é um convento perto desse! A página ficou assim, em homenagem a língua original do livro, que é espanhol.

   O smashinho está tão gordinho que uma foto retinha está impossível!
   
Para o segundo tema, Livro que virou Filme, escolhi o queridinho da galera (e meu também, é claro!), A culpa é das Estrelas. Há muito tempo não lia uma ficção tão coerente, clara, fluida e, pasmem, nada triste. Sim, apesar de a história falar sobre o amor entre duas pessoas com câncer, o livro não tem nada de triste. pelo contrário, mostra que, mesmo com a sombra da morte pairando, ou com a morte propriamente dita presente, pode-se ser feliz, pode-se viver, amar, superar e o que mais quiser. A página, OKAY?

   Esse mês não consegui ler muita coisa, por causa de tantas atividades, no trabalho e fora dele. em julho tenho que ler um livro infanto-juvenil (piece of cake) e um livro histórico (tenho três escolhidos). Mostro para vocês em breve! Beijos amigos!
    

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Vamos navegar por ái?

   A Lu Ifanger desenhou esse kit fofo de marinheiro e eu não podia deixar de aproveitar para fazer essa página com as fotos da segunda viagem de Victor de barco! Foi na travessia Bahia - Aracajú e ele tinha dois anos. Tudo era novidade e ele amou estar no meio de tanta água! O Kit Sailor está a venda na Boutique do Scrap!

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Scrap para o Dia dos Namorados

   Dia dos namorados chegando e a Boutique do Scrap com kits lindos para fazer as páginas para nossos amores! Usei dois kits lindos para produzir minhas páginas: o kit Love Birs, da Lu Ifanger e o kit Dia dos Namorados de Vika Matos. As páginas ficaram assim:

Com o kit Love Birds:





Com o kit Dia dos Namorados:


 
  E namorem muito, festejem muito, aproveitem muito meus amigos!

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Smash Literário de maio

   Lá vamos nós para mais um Smash Literário. Em maio as metas de leitura eram suspense e ficção. Um passeio! Meus dois gêneros favoritos!
   No gênero suspense, escolhi uma escritora que sempre me encantou: Agatha Christie. Eu leio seus livros desde criança! Já li todos, tenho todos na minha estante e releio sempre e de cada vez adoro. Além de ser uma escritora de suspense muito boa, tem o mérito de ser a única mulhere a se destacar no gênero. Já foi traduzida para quase todas as línguas do planeta e todos os seus livros bateram recordes de vendas. E pensar que seu primeiro livro foi recusado por seis editoras! Que devem estar muito arrependidas.
   Para a página, aceitei a sugestão das meninas lá do grupo e fiz algo mais interativo, embora essa não seja exatamente minha praia. Reli meus livros preferidos e fiz um pequeno caderninho com eles.

    
O detalhe do caderninho:

  
 E sim, meu detetive favorito é Hercule Poirot. E também Sherlock Holmes e Miss Marple, e Sam Spade (clááááásico), e o primeiro, Auguste Dupin e preciso falar de nosso brasileiríssimo Ed Mort! Sim, tenho uma coleção enorme. Não é a toa que digo que só posso comprar livros digitais. Não tenho espaço em casa! Sem falar que minha tia era bibliotecária de um colégio e eu tinha carteirinha, mesmo sem ser aluna!
   Quanto ao gênero ficção, claro que eu tenho uma enorme coleção em casa. Vai de Arthur C. Clarke, passa por Isaac Asimov, H. G. Wells, Douglas Adams e seu mochileiro, Ray Bradbury e as Crônicas Marcianas e quem nunca leu Julio Verne, não sabe o que está perdendo! Masssssssss, escolhi uma leitura nova nesse caso. Desde Divergente ando encantada com as distopias e escolhi para essa meta a trilogia Jogos Vorazes. Gostei. A página ficou assim:

   
   A história é bem interessante, mas um pouco repetitiva, as vezes. Não devia ter visto o filme antes do livro. Gostei do final, é bem plausível e não faz muitas concessões a um final perfeitinho.
   E, antes que este post fique tão quilométrico que ninguém leia, vou ficando por aqui. Beijinhos amigos! Sejam felizes!

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Smash Literário em Abril!

   Continuando o Projeto do Smash Literário, aqui estão minhas páginas do mês de abril.
   A primeira, falando sobre uma série favorita. Não é A favorita, pois tenho muitas, gosto de Rick Riordan (Percy Jackson e os Olimpianos, Os Heróis do Olimpo, As Crônicas dos Kane), gosto de James Rollins e sua fantástica Força Sigma, tem o Joseph Delaney, com As Aventuras do Caça Feitiço e muitas outras, que, se for citar aqui o post fica imenso.
   Portanto, simplesmente escolhi a última que li, Divergente, da Veronica Roth. A série conta a trajetória de Tris, uma menina de 16 anos, que resolve romper com as tradições familiares e seguir um caminho diferente (nessa idade, quem nunca?). O final é bem elaborado e inesperado, embora seja coerente com a série. Por isso escolhi essa para fazer a página. Coloquei alguns trechos que gostei, para ilustrar um pouco o espírito da série. E fiquei super feliz e meio espantada ao descobrir que a autora tem apenas 27 anos! É... tô ficando velha mesmo...


   Para a segunda meta desse mês (Tema 7) teríamos que escolher um livro de um autor nacional. Logo eu, que tenho paixão por vários! Aí resolvi ler o livro de uma menina novinha, primeiro livro, indicado no Skoob, etc. e tal. Cara, que furada. Terminei de ler o livro a tapa. Não que seja ruim, mas...
   Bom, eu tinha que resolver a meta. Aí me deparei com o e-book de um livro que tinha lido na minha adolescência, anos 80, que era meio obrigatório na época: Feliz Ano Velho, de Marcelo Rubens Paiva. Resolvi reler.    Impressionante como suas reações mudam com o tempo! Na época pensei no engajamento político, na força do cara em dar a volta por cima, etc. etc. etc. Agora, pensei em como a mãe dele se sentiu, filho único, etc. etc. Resultado: o que fazer nessa página? Não saiu muito bonita não, mas saiu bem como eu me sinto em relação ao assunto hoje. Se fosse meu filho, acho que ficaria muito mais desesperada do que a mãe dele ficou. Mas o pessoal que lutou contra a ditadura era feito de outro material, mais forte que eu, talvez. Ou talvez não, quem pode dizer? Só sei que ficaria muito mal mesmo.

   
   Bom, é isso. Espero que gostem e desculpem a crítica literária. Aguardem novas postagens sobre o assunto, pois os próximos temas prometem!
   Até mais amiguinhos!

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Scrapeando com o kit Antique!

   O que fazer quando Vika Matos lança um kit lindo de viver como o Antique? Caçar fotos antigas e fazer scrap, certo? Sim! Aproveitem que está com 50% de desconto na Boutique do Scrap!
   Fiz duas páginas com fotos antigas de Tony:

  E fiz também marcadores de livros para participar de uma troca no grupo do Smash Literário:

   Como estava com uma pequena sobra de flores, fiz esse quadrinho para começar a enfeitar o scrapcanto:
  Falta colocar a moldura, mas resolvo isso ainda essa semana. Além disso, consegui terminar meu Smash vermelho! Mas isso é outra história...
   Beijinhos queridos, que eu ainda tenho muitas coisas para fazer!

domingo, 30 de março de 2014

Smash Literário! Oba!

   Os temas do Smash Literário para o mês de março foram um livro baseado em fatos reais e um romance contemporâneo.
   Para o primeiro escolhi um livro difícil: O Diário de Anne Frank. Eu não consigo aceitar muito bem as guerras... nem as antigas, nem as atuais. Aliás, isso vale para a violência também. E para a intolerância e a ganância, que são a raiz de tudo, bem no fundo. A intolerância de não aceitar ideias diferentes, cores diferentes, crenças diferentes, de se achar melhor que os outros. E a ganância do dinheiro e do poder. E assim vidas se perdem sem razão. Uma homenagem à pequena Annie, que viveu como pôde.

   Depois de chorar, escolhi um romance bem água com açúcar para relaxar. A trilogia Forever Black. Bem legalzinho e ótimo para distrair.
Gostei desse livro. Meio inspirado em Cinquenta Tons..., mas bem escrito e consegue prender o leitor.
   Mês que vem tem mais dois, ou três, ou quatro... já que um dos temas é uma série preferida... tenho tantas que acho que vou escolher uma nova só para ler mais livros!
   Beijinhos queridos amigos e aguardem mais notícias em breve!

terça-feira, 11 de março de 2014

A Páscoa está chegando!

   E com ela os famosos chocolates! Essas embalagens para colocar os ovinhos dentro e presentear. E, para quem não cute ovos de Páscoa, fiz um envelope, para colocar uma lembrancinha!
   Esse kit é muito fofo. Como resisitir a essas nuvens kawaii?

sábado, 1 de março de 2014

Estou no TOP #16 do Scrap pelo Brasil!

   Uma das coisas que mais gosto é ver meus trabalhos escolhidos por pessoas que admiro. Esse mês fiquei no TOP #16 do Scrap pelo Brasil, ao lado de tanta gente melhor do que eu, que nem acreditei! A Ana Lu escolheu meu trabalho (esse aqui) para figurar no blog. Obrigada meninas pela escolha e parabéns a todas que foram escolhidas, pois mereceram!

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Hoje é dia de Smash Literário!

   Hoje é dia de publicar as produções do Smash Literário para o mês de Fevereiro. Nesse mês as metas foram ler um livro clássico e uma comédia.
   Para o livro clássico eu escolhi reler Romeu e Julieta. Digo reler porque tenho uma versão traduzida e adaptada para romance, mas eu queria ler a versão original, na forma de texto para teatro mesmo. Consegui baixar, pois é de domínio público, e li toda a peça novamente. Depois fiz a página, que ficou assim:
Acho que não segui algumas regras (para variar), pois esqueci de usar frases do texto na página, então não sei se vai valer. Mas estou adorando tanto esse projeto que minha preocupação maior é ler os livros! 
   Ah! Notaram a foto do beijo na igualzinho ao do Leonardo di Caprio e Claire Danes no filme? Hehehe.
   Para o livro de comédia, escolhi um autor brasileiro que amo de paixão e que retrata a vida diária como poucos. O Luis Fernando Veríssimo tem um humor fino e, correndo o risco de parecer pedante, para bons entendedores (ou leitores, sei lá). Mas, no livro que escolhi, a proposta é justamente levar esse humor aos jovens que se aventuram na leitura, para tentar cativá-los. Precisa objetivo mais nobre? Por isso (e porque sim) li "Comédias para se Ler na Escola", uma coleção de crônicas que retratam nossa realidade com humor, sem perder a crítica. Eis a página:

Eu fiz apenas para o volume 1, mas li os dois volumes, claro. E, como não poderia faltar, uma foto da alegria da minha vida fazendo comédia. A observação para as regras se aplica a essa página também.
   OK, já falei demais. Espero que gostem!

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

E mais uma página!

   Essa eu fiz para o desafio do blog Scrap entre Amigas. Com o sketch da Camila Borsoi e uma foto dos tempos do outro prédio, numa de muitas farras no palyground.
   Esse foi o sketch:



   E aqui minha página:

   Ainda bem que o combo de cores não era obrigatório. Nunca acerto muito esse negócio de cores... e acho que por hoje é só! quando tiver mais tempo livre eu volto!

Scrap no final das férias!

   Pois é... as férias acabaram e aqui estou eu fazendo mais uma pagina de scrap, nas minhas horinhas livres. E aproveitando para participar de mais um desafio no Desafio do Sketch - Scrap pelo Brasil. Um sketch muito legal da Surama:
   E aqui minha página:
   
   Dá uma saudade de meu tiquinho pequenininho... cheio de bochecha e atitude... Depois eu volto com mais uma pagininha que rolou por aqui! beijocas!